INFORMATIVO DAVID LOPES MACEDO

INFORMATIVO DAVID LOPES MACEDO

segunda-feira, 4 de julho de 2016

DEPUTADOS RECEBERAM DOAÇÃO DE ‘ESTUDANTES CARENTES’

       MARCIO MARINHO, TIA ERON E SILDEVAN NÓBREGA TODOS DO PRB
Políticos, empresários, doadores de campanha e parentes de deputados constam entre os beneficiários de bolsa-auxílio para estudantes carentes paga pela Assembleia Legislativa da Bahia entre 2011 e 2014; o programa consumiu R$ 19 milhões dos cofres baianos; 80 doadores de campanha de 2014 estão entre os beneficiários; eles doaram cerca de R$ 330 mil a candidatos na Bahia mesmo considerados 'carentes'; o PRB foi o partido que mais recebeu recursos para seus candidatos; os deputados federais Márcio Marinho e Tia Eron e o estadual Sildevan Nóbrega foram os mais beneficiados no PRB; juntos, eles receberam R$ 48 mil
Políticos, empresários, doadores de campanha e parentes de deputados constam entre os beneficiários de bolsa-auxílio para estudantes carentes paga pela Assembleia Legislativa da Bahia entre 2011 e 2014. O programa consumiu R$ 19 milhões dos cofres baianos e os recursos foram depositados nas contas de 3.349 alunos ou seus responsáveis.
Levantamento do jornal Folha de São Paulo, com base em dados do portal 'Meu Congresso Nacional', que mapeia informações sobre as atividades parlamentares e doações a candidatos, revela que 80 doadores de campanha de 2014 estão entre os beneficiários. Eles doaram cerca de R$ 330 mil a candidatos mesmo sendo considerados 'carentes', onde R$ 163 mil foram repassados a campanhas dos próprios deputados que decidiam quem receberia o auxílio.
Segundo a Folha, o PRB foi o partido que mais recebeu recursos para seus candidatos. Os deputados federais Márcio Marinho e Tia Eron e o estadual Sildevan Nóbrega (nesta ordem da esquerda para direita na imagem) receberam, juntos, R$ 48 mil de oito bolsistas. O ex-deputado estadual Deraldo Damasceno (PSL) foi o que mais ganhou: R$ 34 mil para a campanha de três bolsistas que, juntos, receberam R$ 14 mil de bolsa.
Todos trabalhavam com o deputado e ganhavam salários entre R$ 5 mil e R$ 11 mil. Augusto Castro (PSDB) teve R$ 15 mil em doações de um funcionário que recebeu R$ 22 mil em bolsas de estudo nos últimos três anos.
Ainda de acordo com a publicação, entre os 'estudantes carentes' está o atual deputado estadual Alex Lima (PTN), que recebeu R$ 2.500 de auxílio em 2012 – dois anos antes de se eleger. Em 2014, declarou ter R$ 1 milhão em bens. Ele alega ter passado por período de dificuldades financeiras.

FONTE: BAHIA 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário