INFORMATIVO DAVID LOPES MACEDO

INFORMATIVO DAVID LOPES MACEDO

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Jean Wyllys resolve processar e expor alguns difamadores entre eles um pastor suplente da câmara federal

O deputado Jean Wyllys, do PSOL, resolveu prestar um favor à democracia e à civilidade: está colocando em seu Facebook os nomes e os rostos de seus caluniadores.

"A partir de agora, difamadores serão expostos e eu os denunciarei às empresas onde trabalham, além de representar contra eles na justiça (algo que já faço). Quem sabe assim as pessoas não se tornam mais responsáveis em relação ao que publicam nas redes sociais? disse Jean Wyllys"
(Eu havia sugerido, num artigo, que Maria do Rosário, que vive sendo atacada por monstros bolsonaristas, fizesse isso. Não sei o que ela está esperando). 
Wyllys é muito mais corajoso que a malta que o difama e quer destruí-lo. Nos EUA e na Europa, a prática do “name and shame” é comum. Depois do protesto dos neonazistas em Charlottesville, uma conta no Twitter identificou vários dos canalhas. Alguns foram demitidos.
Esse pessoal se beneficia das sombras, amparado na falsa sensação de anonimato da internet. Eventualmente, papai e mamãe não sabem que a filhota é uma fascista que odeia bicha, preto e esquerdopata e quer matá-los. Nem os colegas da firma.
Eles têm que vir à luz. Que o exemplo de Jean inspire outras vítimas. Eis seu post:
Eu cansei. Mesmo. Responder às calúnias e explicar com paciência a verdade já não é suficiente. Eu respondo a uma mentira e eles inventam outra. E, como eles têm dinheiro e podem investir na difamação, é uma luta desigual. Então, a partir de agora, além de denunciar à Polícia Federal, vou expor aqui os nomes e os rostos dos difamadores, para que todos saibam quem são. E a minha equipe vai entrar em contato com seus empregadores para informá-los (semana passada, um deles foi demitido, e assim será com os outros).
A minha paciência esgotou-se!
As pessoas que vocês podem ver nos prints abaixo são difamadores. Ou seja, são bandidos, porque difamação é crime. Todas elas compartilharam em seus perfis uma imagem falsificada que simula ser um tuíte meu defendendo o “casamento” de adultos com crianças! Não é a primeira vez: desde 2011, quando eu tomei posse como deputado pela primeira vez, a primeira calúnia que os meus inimigos inventaram (e ainda continuam usando) foi uma frase horrível que me atribuíram, defendendo a pedofilia. Associar os gays à pedofilia é um recurso de manual das campanhas homofóbicas no mundo inteiro.
Os bandidos abaixo fizeram isso: associaram meu nome à pedofilia. Por esse crime, vão ser denunciados à Polícia Federal. Meus advogados vão processá-los, seus empregadores serão informados e, a partir de hoje, vai ser assim!
Além de divulgar o tuíte falso com meu nome e minha foto, alguns deles acrescentaram outras mentiras, usaram xingamentos e até cometeram outros crimes. Elisa Gonçalves escreveu que eu quero “uma lei para defender a pedofilia”. Andréa Protzek me chamou de “bichona louca abominável”. Zilmar de Ferro pediu para alguém me “meter bala”. Tayse Lima e Fábio Ramon Gatelli pediram que alguém me matasse. Kelly Adriana Almeida disse que eu deveria ser “exterminado”. Ângela Karlen pediu “um tiro” em mim. Eles também serão denunciados por incitação ao crime de homicídio.
Em tempos, vamos esclarecer novamente: “casamento” com uma criança é abuso sexual infantil, e é abominável. É óbvio que eu não falei a estupidez que colocaram nesse print falso. Aliás, minha conta no Twitter é “@JeanWyllys_Real” e na imagem falsa aparece como “@JeanWyllys”.
Há anos que TODO DIA esses canalhas inventam uma mentira nova: que apresentei um projeto para mudar a Bíblia, que quero implantar a religião islâmica nas escolas, que chamei os cristãos de doentes, que fiz prender uma professora evangélica, que disse que iria embora do país, que propus uma “bolsa” para as mulheres que fizerem aborto, que quero obrigar as crianças a mudar de sexo, que defendo o “casamento” entre pessoas e animais…
Esta semana, o deputado Eder Mauro virou réu no Supremo por uma queixa-crime movida por mim, por ter me difamado. Não vou tolerar nenhum ato de difamação! TODOS serão expostos e denunciados. Não vão ficar impunes.
A política brasileira está cada dia mais envenenada de fascismo, ódio, burrice e desonestidade, mas eu não vou desistir. Vou continuar lutando por um Brasil mais justo, decente, igualitário e livre.
FONTE: DCM por Kiko Nogueira
PASTOR EVANGÉLICO DE SALVADOR QUE TENTA SE ELEGER DEPUTADO FEDERAL NO MEIO DOS QUE ATACAM JEAN WYLLYS NA INTERNET

"A partir de agora, difamadores serão expostos e eu os denunciarei às empresas onde trabalham, além de representar contra eles na justiça (algo que já faço). Quem sabe assim as pessoas não se tornam mais responsáveis em relação ao que publicam nas redes sociais? Disse Jean Wyllys"

Já conhecido da justiça o pastor Abilio Santana obteve 34,124 votos na última eleição de deputado federal por o PRP ficando assim na segunda suplência, o suplente de Deputado deverá responder na justiça os ataques ao Deputado Jean Wyllys.


Nenhum comentário:

Postar um comentário