INFORMATIVO DAVID LOPES MACEDO

INFORMATIVO DAVID LOPES MACEDO

domingo, 2 de outubro de 2016

Policia Federal cumpre 17 mandados contra grupo que troca ‘bênçãos’ por votos

Feira: PF cumpre 17 mandados contra grupo que troca ‘bênçãos’ por votos

Fiéis são obrigados a fornecer os dados do título de eleitor para cadastro; uma “maldição” é prometida aos que não aceitam apresentar o documento



Quarenta policiais federais cumprem nove mandados de condução coercitiva e oito de busca e apreensão, desde a madrugada desta sexta-feira (30), em Feira de Santana, no centro norte baiano. Os atos fazem parte da Operação Simão que pretende reprimir crimes eleitorais constatados há um mês pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) na cidade.
Um dos focos da ação da Polícia Federal (PF) é um candidato a vereador, que não teve a identidade divulgada, que possui vínculo com uma igreja evangélica, cadastra os fiéis da entidade religiosa, promete “bênçãos” aos que votarem nele e “maldição” a quem se recusa a fornecer os dados do título de eleitor.
De acordo com a corporação, além de constranger os frequentadores do templo, o grupo que trabalha para a campanha do político agiu em comunidades carentes da “Princesinha do Sertão”, distribuiu alimentos e intermediou a marcação de consultas e exames pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em troca do compromisso de voto para o postulante.
Outro candidato que estaria envolvido em prática de venda de votos em lote, em uma parceria com um líder comunitário do município, também é alvo da PF na ação desta sexta.


Ainda de acordo com a polícia, os investigados responderão pelos crimes de corrupção e aliciamento de eleitores, previstos nos artigos 299 e 334 do Código Eleitoral, que preveem penas de prisão, multa e cassação dos registros de candidatura.
Durante as apurações, os investigadores federais se referiam ao principal suspeito como “Simão”, referência ao apóstolo de Jesus Cristo, daí o motivo do nome dado à operação.
Uma entrevista coletiva será concedida às 10h, pela PF e MPE, para apresentar o saldo da operação.
FONTE:  BAHIA.BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário